O currículo tradicional de língua inglesa é geralmente organizado a partir de estruturas ou formas linguísticas. Nessa maneira de apresentação do conteúdo, o propósito do ensino de inglês é simplesmente a apreensão de um código, ou seja, o conhecimento sobre a língua. Para tanto, o ensino inicia de formas isoladas para formas compostos e apenas depois para textos e usos, ou seja, parte-se do princípio de que é preciso primeiro aprender as formas de expressão da língua, para somente depois, utilizá-la  (SCHLATTER e GARCEZ, 2012). Em uma proposta interdisciplinar,...