Previsão de Marketing de Conteúdo para a Educação em 2017/18

Assim como não podemos mais negar que a tecnologia é uma realidade em constante desenvolvimento e que através dela conseguimos ter resultados mais expressivos e concretos, assim também são as mídias sociais com todo o seu potencial de veicular informações e anúncios a partir de investimentos de baixo custo.

 

Há quase três anos eu venho usando e falando sobre o marketing de conteúdo e como ele pode ser útil em alcançar novos alunos para suas aulas particulares, hoje venho aqui apresentar algumas tendências de marketing de conteúdo para o ano de 2017, me baseando em uma pesquisa da RockContent, empresa líder em marketing de conteúdo no mercado brasileiro.

1

Caso você queira o acesso ao relatório completo da Content Trends 2017, clique nesse link e você será redirecionado para o documento oficial da empresa.

 

Um primeiro dado muito interessante é que das 3650 empresas respondentes à pesquisa, 71% delas disseram adotar a estratégia de marketing de conteúdo, 68,9% pretendem passar a adotar a estratégia e 38,9% apontam uma falta de tempo e de equipe como as principais causas da não adoção da estratégia.

2

Além disso, 68% das empresas entrevistadas relacionadas à educação adotaram ações de marketing de conteúdo em 2017.

3

Vou aproveitar este parágrafo no meio do texto para ressaltar, mais uma vez, que há uma diferença entre marketing de conteúdo e o marketing de guerrilha tradicional, aquele com vários anúncios e publicidade invasiva.

 

No caso do marketing de conteúdo há uma grande preocupação em veicular informações de interesse do público alvo para que este considere importante segui-la e, eventualmente, tomar decisões de compra de seus produtos e/ou serviços. Bem diferente de anúncios tradicionais onde o foco está completamente na venda do produto/serviço e não no interesse e desenvolvimento do cliente.

 

Algo interessante sobre este assunto é o percentual sobre os motivos para a não adoção de marketing de conteúdo nas empresas. Como mostrado no gráfico abaixo, o maior motivo, com 38,9% de respostas, foi a falta de tempo ou de equipe disponível para criação do conteúdo e peças de marketing. Isto seguido de perto com 31,8% de desconhecimento da estratégia, ou seja, não saber o que é ou como utilizar o marketing de conteúdo. Logo depois temos a falta de possibilidade de investimento necessário e por último, com apenas 4,5% das respostas, estão aqueles empreendedores que não vêm valor na adoção do marketing de conteúdo.

4

“Empresas que adotam a estratégia de marketing de conteúdo apresentam em média 2,2 vezes mais visitas e 3,2 vezes mais leads (dados de contato de potenciais clientes) do que os negócios que não adotam a mesma prática.” Lembrando que estamos falando desde microempresas com apenas um colaborador, que é o caso do professor particular autônomo, até grandes empresas com mais de 500 colaboradores. Pensando assim, esse número é uma média e por isso pode ser muitas vezes maior levando em conta o fluxo de possíveis clientes/alunos que abordam professores particulares.

 

Os próximos 2 gráficos abaixo são de extrema importância porque retratam a presença percentual das empresas nas mídias sociais. Segundo os entrevistados, 97,3% das empresas estão presentes no Facebook e 71,1% no Instagram. A partir daí um número decrescente que engloba LinkedIn, YouTube, Twitter e outros.

5

Quando comparamos a presença das empresas nas mídias sociais, vemos que houve um crescimento em algumas (Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube) e um decréscimo em todas as outras (Twitter, Google+, Pinterest, Snapchat e SlideShare).

6

 

Atenção aqui para o 97,3% de presença no Facebook e para o aumento de 23,2% no Instagram. Isso significa que a popularidade do Instagram está em tendo um crescimento agudo e que seus esforços de marketing enquanto professor particular deveriam se dirigir para lá!

 

De nada adianta ter tantos resultados à mão e pensar que desenvolver uma fanpage no Facebook ou perfil comercial no Instagram são ações simples como uma simples criação de logo e escolha de nome. É preciso muito mais que isso para se ter resultados sólidos! Uma certa familiaridade com a informática e com a área de marketing são cruciais para que seu investimento de tempo e até de dinheiro não sejam desperdiçados. No caso de não ser muito hábil com estas questões, a contratação de algum profissional na área pode ser uma boa saída.

 

Mais uma vez me coloco à disposição gratuitamente via chat ou e-mail para tirar suas dúvidas em relação às mídias sociais e marketing de conteúdo. Gosto sempre de dizer que não cobro para conversar e que é melhor se informar e fazer bem feito do que corrigir ou simplesmente tentar aleatoriamente ter resultados e frustrar-se achando que o problema está na mídia e não na forma como lidamos com ela.

 

Estou disponível em WhatsApp (34) 99205-6899 e Facebook https://www.facebook.com/vinicius.diamantino

Vinicius Diamantino

Opa, tudo joia? Meu nome é Vinicius Diamantino, eu sou o fundador da DeProfPraProf, Professor de Inglês há mais de 10 anos, Master Coach e Treinador de Professores, criador do blog www.deprofpraprof.com.br e de vários cursos para professores particulares. Fique à vontade para entrar em contato comigo pelo contato@deprofpraprof.com.br!

No Comments

Post A Comment